Parte da Igreja em Pernambuco

Recife, Paulista, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Igarassu, Caruaru, Goiana, São Lourenço, Condado, Barra de Sirinhaém, Juripiranga e outras cidades circunvizinhas.

Nossa vida como sacrifício VIVO, SANTO e AGRADÁVEL A DEUS

04-09-2009 11:46

Nossa vida como sacrifício VIVO, SANTO e AGRADÁVEL A DEUS  (Por Carlsberg Jr)

 Amados, o Senhor tem falado ao meu coração sobre estes três aspectos que devem expressar minha realidade de vida com Ele.

Tenho olhado para o Mestre, procurado checar minha vida e atitudes dentro do padrão dEle, do propósito eterno que Ele estabeleceu. Olhar a Sua face e ver como Ele é e também como eu sou...

 Preciso dEle, adorá-lo é meu prazer, agradá-lo é a minha expectativa, servi-lo é o meu dever e compromisso, cooperar com seu reino minha sublime missão, aguardá-lo minha esperança!

Maranata! Precisamos de Ti, Senhor! Sem Ti, não podemos fazer nada.

 Vamos ler: Romanos 12:1-2

“Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Revista e Atualizada)

“Eu vos exorto, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, a oferecerdes vossos corpos em sacrifício vivo, santo, agradável a Deus: é este o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.” (Versão Bíblia de Jerusalém)

Amados, precisamos estar atentos ao que o Espírito diz à Igreja.

Vivemos dias difíceis, dias de ocupações e urgências, distrações em coisas até lícitas, mas que roubam nossa atenção e muitas vezes não paramos para ouvir ao Senhor.

Vamos parar agora para ouvi-lo, não a mim, que estou falando, mas ao Senhor que fala contigo.

          Se você pudesse fazer um pedido ao ser ouvido por Deus agora, o que pedirias a Ele?

 Uns pedem um rei, outros saúde, outros prosperidade, outros solução para seu problema, outros até casamento ou um filho! E você, o que pediria?

 “Uma coisa peço ao SENHOR, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do SENHOR e meditar no seu templo.” Salmo 27:4

E o que o Senhor pede de você? E pede a mim?

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom e que é o que o SENHOR pede de ti:

que pratiques a justiça,

e ames a misericórdia,

e andes humildemente com o teu Deus.” Miquéias 6:8

 Voltemos para Romanos 12:1-2

Primeiramente, vemos um apelo do nosso amado Paulo, a que apresentemos nossa vida de uma forma que expresse a vontade de Deus, ele chega a Rogar (pedir com insistência e humildade; suplicar, implorar).

Se é para apresentar, indica uma ação direta, é para mostrar, exibir, expor, todos verão que nossa vida é de Deus.

Todos vêem que tua vida é de Deus? Você está vivendo para Ele? Tuas expressões, forma de falar, agir, de se expressar demonstram que és Dele?

 Atos 4:13 “Ao verem a intrepidez de Pedro e João, sabendo que eram homens iletrados e incultos, admiraram-se; e reconheceram que haviam eles estado com Jesus.”    É isso o que acontece quando as pessoas olham para nós, elas vêem Jesus!!!

Você é Dele, Ele habita em ti e você é propriedade exclusiva dEle. Amém! Tua vida impacta as pessoas, mostra para elas que Jesus vive e reina!!

 E o que apresentaremos?                        à         Nossa vida como um sacrifício.                  Por que sacrifício?

 Sacrifício significa: Oferenda a uma divindade em sinal de adoração; em particular, imolação de vítimas. Mas figuradamente renuncia a algo que se possui.

Interessante: Deus fez o primeiro sacrifício, tirando dos animais a roupa para Adão e Eva cobrirem seus corpos (Gn 3:21), depois Abel ofereceu a Deus mais excelente sacrifício como diz em Hebreus 11, Noé fez muitos sacrifícios, inclusive ao sair da arca com sua família, ele imolou e Deus aspirou o cheiro. Abraão representou com o seu sacrifício o que o Pai faria com o seu próprio filho, e muitos outros sacrificaram, suas vidas, família, objetivos, sonhos, tempo, felicidade. Até o nosso Mestre fez isso, em Hebreus 10:5-14 diz que Ele foi oferecido.

Mas porque Deus precisa que nossas vidas sejam apresentadas como sacrifício? Por que Paulo usa essa expressão?

Paulo usa essa linguagem para mostrar a importância para Deus dessa atitude, para Deus o sacrifício deve ser voluntário, como fez Jesus (João 10:11,15,17-18).

Jesus deu a sua vida por mim e por você espontaneamente, em vida, e por isso agradou a Deus moêlo (Isaías 53:10). Deus tinha em suas mãos uma vida oferecida, alguém que não precisou estar morto para não reagir, que até orou que se fosse possível passasse o cálice, mas que não fosse feita a vontade dele, mas a do Pai.

Aleluia! Jesus foi um sacrifício VIVO.

Por que Paulo diz que o sacrifício tem que ser VIVO?

Algo VIVO, é algo que tem vida. Que tem muito vigor, brilhante, resplandecente, animado, expressivo.

Assim tem que ser tua vida meu irmã(o):

·                     Uma vida vigorosa (Ele te deu vida em abundância – Jo 4:14 fonte a jorrar, João 10:10 Vida em abundância)

·                     Uma vida brilhante (Você é a luz do mundo – Mateus 5:14,16 – Então brilha meu irmão)

·                     Uma vida animada e expressiva (pífios no more – Mário em Acuípe com os solteiros) Lembro-me de Davi, entrando com a Arca (a presença de Deus) na cidade 2 Samuel 6:12-18, 21-22)

 Paulo diz que o sacrifício tem que ser VIVO, mas também deverá ser SANTO.

 Aqui até parece que não precisamos explicar muito, todos ao se converterem aprendem o significado da palavra ser santo, não é?

 Uns através de uma piadinha e brincadeira: “ é santo agora é? Depois de fazer tanta coisa errada quer ser santo”

 Outros, porque descobrem que tinham o entendimento errado sobre o que é ser santo: “pensei que santo era são fulano ou são beltrano? Também pensava que as estátuas que eu tinha era santo?” e assim vai.

 Mas geralmente, aquele que se converte aprende logo o significado de tal palavra:

 “pelo contrario, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque está escrito: Sede santos, porque eu sou Santo.” 1 Pedro 1:15-16

 Amados, há alguma dúvida? Segundo é Santo aquele que nos chamou...

 Mas eu gostaria de falar de um aspecto de ser santo que muitas vezes se confunde com legalismo (fidelidade ao regime estabelecido ou a uma autoridade considerada legitima. Preocupação com o respeito minucioso da letra da lei e as formas que ela prescreve).

 Em Colossenses, Paulo nos orienta com muita clareza que ser santo não é simplesmente deixar de fazer isso ou aquilo, mas é viver uma vida completamente separada, uma vida do Alto.

 Vamos ler a Palavra de Deus: Colossenses 2:16-23 e 3:1-25 e 4:1-6

 Alguns aspectos que me chamam atenção nestes textos (você pode encontrar por revelação muitos mais), mas o que para mim tem haver com a questão de ser SANTO:

 1)Qualquer posicionamento deve estar ligado ao CABEÇA – Cristo.

 Nele estou suprido e bem vinculado, por suas juntas e ligamentos, crescendo o crescimento que procede de Deus.

Se não for assim, é enfatuado, está se fazendo de árbitro, está julgando com base em sombras. Tem que estar ligado!

 2)Se eu morri para o mundo, então não me sujeitarei a ordenanças do mundo, pois elas não tem valor contra a sensualidade.

 Mas observe bem, se morri para o mundo, deixarei de buscar as coisas desse mundo. Não darei lugar à sensualidade (inclinação pelos prazeres dos sentidos, lascívia, luxúria).

 3)Se fui ressuscitado com Cristo, deverei buscar as coisas lá do alto, onde Cristo vive.

 Deverei buscar as coisas de cima, pensar nas coisas lá do alto, onde estou escondido com Cristo em Deus.

 4)E como essa busca das coisas lá de cima se evidencia?

 Aí vem a prática:

 Fazer, pois, morrer a vossa natureza terrena, despojando-se de tudo o que é da carne.

 Revestir-se de elementos que nos tornarão a imagem de Cristo. Revesti-vos... Suportai-vos... Habite... e tudo o que fizerdes...

Tem mais, as esposas... os maridos... filhos... pais... servos... senhores...

Tem mais... Perseverai... suplicai... portai-vos...

 Amados, ser santo em todo o nosso procedimento. É isso!

 Agora, nosso sacrifício deverá ser VIVO, SANTO mas AGRADÁVEL A DEUS.

 Como agradar a Deus com o nosso sacrifício?

 Aqui serei breve: “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus”. Salmo 51:17

 “Perto está o Senhor dos que tem o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido”. Salmo 34:18

 “Aprendei de mim, pois sou manso e humilde de coração” Mateus 11:29

 Queremos ser como Ele? Então temos que ser mansos e humildes, quebrantados e contritos. Temos que expressar através de nossa vida esse sacrifico VIVO, SANTO e AGRADÁVEL A DEUS.

 Esse é o nosso culto espiritual (racional).

 E não nos conformarmos (tomar a forma, se dispor, se por de acordo, acomodar-se) com este século, mas

 transformar-se (tomar um nova forma, mudar, converter-se) pela renovação de nossa mente.

 Para que experimentemos qual seja a BOA, AGRADÁVEL e PERFEITA vontade de Deus.

 Se vivermos a potência daquilo que cremos e pregamos, então, podemos dar sair daqui hoje vibrantes, exultantes, pois Ele vive em nós, há abundância de vida em mim e em ti, Ele nos escolheu para darmos frutos, sua vontade é boa, é agradável e completa, perfeita.

 Saiamos para uma vida de sacrifício, mas um sacrifício VIVO, expressivo, cheio de brilho e luz do Senhor,

 Um sacrifico SANTO, separado para Ele, do alto, buscando o que agrada a Ele, uma vida transformada,

 Um sacrifício de uma vida agradável, com um coração como o Dele, quebrantado e contrito, que ande humildemente com o nosso Deus.

 O Senhor nos dê continuamente sabedoria e graça para vivermos sua santa palavra.

 

Somos Dele, por meio Dele e para Ele. Glória pois Ele eternamente, amém!!!